Precificação de serviços: o que considerar e como fazer?

Finanças
6 minutos de leitura 23.11.2020
Precificação de serviços: o que considerar e como fazer?
Facebook Twitter Whatsapp

Entenda a importância da precificação de serviços para a sua empresa e quais critérios adotar nos cálculos.

Com toda a certeza, a precificação de serviços é um grande desafio para os empreendedores. Afinal, é preciso colocar na conta do preço ideal os custos do negócio, as práticas da concorrência, a margem de lucro esperada e a percepção de valor dos consumidores da sua marca. Para te ajudar nessa missão, vamos te mostrar quais critérios você precisa considerar nos cálculos para a precificação de serviços. Continue a leitura!
 

 

O que é precificação de serviços?

 

Como uma estratégia utilizada por empresas de vários segmentos, a precificação de serviços vai muito além de apenas determinar um valor para certo trabalho prestado.
 

Nesse sentido, alinhar o preço cobrado para ao mesmo tempo manter o negócio em funcionamento e oferecer um valor justo ao público não é uma tarefa tão fácil assim.
 

Mas, quando a precificação de serviços é realizada da melhor forma a fim de atingir esse equilíbrio, é possível alcançar a saúde financeira da empresa, satisfazer clientes, ganhar autoridade de mercado e obter lucro com as vendas.
 

Por isso, valorizar a precificação de serviços é muito importante para que você prospere.
 

 

Importância da precificação de serviços para a sua empresa

 

Antes de tudo, vale lembrar que uma empresa que presta serviços vende não só soluções, mas também experiências aos clientes.

 

Dessa forma, valores estipulados por deduções podem não ser a melhor maneira para alavancar as suas vendas. Além disso, problemas financeiros também podem acabar surgindo futuramente.

 

Sendo assim, a precificação de serviços exige o conhecimento dos métodos e cálculos sugeridos para a formação de preços, além de alguns conceitos como custo e despesas, gastos e lucro, valor agregado, entre outros.

 

Aliás, o pontapé inicial é dado com a precificação de serviços, mas é necessário continuar acompanhando o desempenho da sua empresa, analisar os objetivos e realizar alterações nesses valores caso seja preciso.

 

Mas então: como fazer a precificação de serviços com a finalidade de atingir um preço coerente para os consumidores, assertivo para as estratégias da empresa e benéfico para o sucesso do negócio? Acompanhe!
 

 

Como fazer a precificação de serviços?

 

Os critérios para a precificação de serviços podem variar em diferentes áreas de mercado, mas ainda assim é possível contar com um passo a passo básico no momento de pensar nesses preços em um cenário geral.

 

Desse modo, vale ficar de olho nos seguintes pontos:
 

 

1. Estabeleça o custo unitário do serviço

 

Para este cálculo, é preciso considerar quanto custa a hora trabalhada de cada colaborador da sua equipe e os gastos com equipamentos e materiais, fazendo um levantamento detalhado de todos os custos e despesas envolvidos nas atividades.

 

No cálculo da mão de obra, você pode optar por calcular da seguinte forma: o gasto total com funcionário em um ano/mês dividido pela capacidade produtiva em horas trabalhadas.

 

Em seguida, basta multiplicar esse custo por hora pelas horas necessárias para a atividade e somar com os custos tidos com os materiais.

 

 

2. Tome nota dos custos fixos e variáveis

 

Depois de calcular o custo unitário do serviço, a segunda etapa da precificação de serviços é acrescentar os custos fixos e variáveis à conta.

 

Segundo o SEBRAE, podemos entender como custos fixos aqueles gastos que permanecem constantes, ou seja, que não variam com o aumento ou diminuição da produção e venda. Por exemplo, aluguel, contas de água e salários.

 

Já os custos variáveis são aqueles que variam diretamente, na mesma proporção, com a quantidade que a sua empresa produz ou vende.

 

 

3. Defina a sua margem de lucro

 

De fato, o indicador para a margem de lucro é muito variável nos diversos ramos de atuação.

 

Porém, a margem ideal para a sua empresa deve estar relacionada com as atividades da sua concorrência e propósitos do seu negócio.

 

É importante saber que preços muito baixos podem impactar nas finanças, mas também preços muito elevados podem afastar clientes.

 

 

4. Conte com a fórmula do Markup

 

A fim de tornar o cálculo da sua precificação ainda mais preciso, você pode aplicar a fórmula do markup – ou taxa de marcação.  

 

Neste cálculo, incluímos a soma dos custos fixos, custos variáveis e margem de lucro. Por isso, é importante você já ter todos esses valores em mente. Confira a fórmula!

 

Markup = 100 / 100 – (%CF + %CV + %Lucro)

 

O resultado da conta é relativo ao valor da taxa de marcação, que também deve ser usada quando você finalmente for calcular o preço de venda.

 

 

5. Observe os valores da concorrência e leve o cliente em consideração

 

Como já comentamos, vale também ficar atento às práticas da concorrência, além de certificar se a sua precificação de serviços é compatível com as exigências do seu mercado.

Do mesmo modo, analisar o perfil do seu cliente e considerar as expectativas dele são pontos necessários no momento da formação dos preços.

 

 

6. Calcule o preço de venda final

 

O preço de venda final pode ser calculado assim:

 

Preço de venda = Custo unitário total x Taxa de marcação

 

Assim sendo, o valor final deste preço de venda inclui todos os custos colocados, a margem de lucro e a taxa de marcação.

 

Todo esse cálculo é um exemplo básico que você pode utilizar para guiar a sua precificação de serviços, adotando como um valor de referência.

 

Ademais, vale lembrar de analisar em detalhes o mercado, o público e o valor agregado, colocando cada um desses itens no cálculo também.
 

 

Agora que você já sabe a importância da precificação de serviços para a sua empresa,

você precisa conhecer a nossa ferramenta de gestão financeira, que é capaz de te ajudar a organizar as finanças do seu negócio de maneira fácil, segura e online.

 

Quer saber mais sobre as vantagens que o Contas Online pode oferecer para o seu negócio? Entre em contato e converse com um de nossos consultores!
 

 

Ilustração

Feedback Gostou ou foi útil pra você este conteúdo? Sim Não
Usamos cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.
Aguarde