O que é fluxo de caixa descontado? Aprenda a calcular

Finanças
5 minutos de leitura 22.12.2020
O que é fluxo de caixa descontado? Aprenda a calcular
Facebook Twitter Whatsapp

Saiba qual é o potencial de investimento do seu negócio através desta metodologia de valuation.

Se você deseja atrair investimentos para expandir o seu negócio, deve se preocupar em como apresentá-lo da melhor maneira. Investidores e instituições financeiras, por exemplo, vão desejar ter acesso a dados que ajudem a entender e avaliar a sua empresa. E é aí que entra o fluxo de caixa descontado.

 

 

O que é o fluxo de caixa descontado

 

O fluxo de caixa descontado (FDC) é a principal metodologia de valuation utilizada para avaliar o retorno do capital investido.

 

Com esse tipo de fluxo de caixa é possível estimar o valor de uma empresa ou projeto de investimento, levando em consideração o potencial de riscos e retornos para seus acionistas.

 

Ele é amplamente utilizado por bancos de investimentos, consultorias e empresários para analisar o valor de mercado de uma empresa, com base no lucro que ela pode gerar no futuro. E faz parte de processos tanto de análise interna, como de análise de investimentos, ou para potenciais fusões e aquisições.

 

Esse método de análise se baseia em quatro elementos:

 

  • Projeção do Fluxo de Caixa;
  • Cálculo do Valor Presente dos Fluxos de Caixa Futuros;
  • Determinação da Taxa de Desconto “K” = WACC (custo médio ponderado do capital);
  • Estimativa do Valor da Empresa (Valor da Empresa/Número de Ações);

 

Ou seja, a análise de Fluxo de Caixa Descontado utiliza as projeções do fluxo de caixa e da taxa de desconto para calcular o valor presente. Esse valor, por sua vez, é utilizado para estimar o potencial de investimento, quais os riscos e as possibilidades de ROI.

 

 

Como calcular o Fluxo de Caixa Descontado

 

Para encontrar o valor do Fluxo de Caixa Descontado, você precisa aplicar a seguinte fórmula:

Ilustração

 

  • EV: (Enterprise Value) valor da empresa com todos os seus ativos e passivos;

 

  • FCF: (Free Cash Flow) fluxo de caixa livre para a empresa de acordo com os períodos projetados;

 

  • WACC: (Weighted Average Cost of Capital) Custo Médio Ponderado de Capital. Este fator leva em conta a estrutura de capital da empresa, (proporção entre capital próprio e suas dívidas), bem como o seu custo (taxa de juros) deduzido dos efeitos da carga tributária.

    Como vimos anteriormente, nesta fórmula o WACC representa a taxa de descontos aplicada aos fluxos de caixa para trazê-los ao valor presente.

 

  • TV: (Terminal Value) Valor Residual incorporado ao final do período de projeção para representar os fluxos de caixa não distintos no período.

 

 

Fluxo de Caixa Descontado na prática

 

Imagine uma empresa que possui o faturamento do último exercício de R$40 milhões e sua margem líquida tem se mantido em torno de 4% nos últimos cinco anos, com uma geração operacional de caixa de R$2 milhões.

 

Durante o período analisado, o crescimento dos fluxos de caixa foi de 9% ao ano.

Pesquisas de mercado indicam que o desempenho deve se manter até 2016.

 

A taxa de crescimento utilizada na projeção dos fluxos de caixa será, portanto, de 8% ao ano até 2016, quando será calculado o Terminal Value (TV) utilizando-se uma taxa de crescimento real (já descontada a inflação) mais modesta de apenas 5%.

 

Ao realizar as projeções, encontramos a geração de caixa esperada para cada ano, com um valor superior a R$3 milhões em 2016.

 

Além disso, a empresa não irá parar de produzir e gerar caixa neste ano, então o valor da geração de caixa que se dará nos próximos anos fora da projeção deve ser calculado.

 

Para isso, usamos o Terminal Value encontrado, projetando a geração de caixa para 2017, dividido pela diferença entre a taxa de desconto e a taxa de crescimento para o TV (4%).

 

Através do valor da taxa de desconto encontraremos o valor presente de cada um dos fluxos de caixa futuros e, neste caso, usaremos o WACC.

 

A rentabilidade mínima exigida pelos acionistas é de 15% ao ano. Já o custo médio dos financiamentos da empresa é de 11% ao ano.

 

A estrutura de capital da empresa é composta por 60% de capital próprio e 40% de capital de terceiros. Assim, o WACC será: 0,6 x 0,15 + 0,4 x 0,11 = 13,4% ao ano.

 

Com isso, podemos afirmar que esta empresa seria avaliada em aproximadamente R$27 milhões.

 

Ilustração

 

 

Acompanhe seu fluxo de caixa com o Contas Online!

 

O Contas Online é um sistema de gerenciamento financeiro que permite que você acompanhe as movimentações da sua empresa. Com painéis e gráficos de fácil entendimento, ele fornece uma visão estratégica das suas finanças.

 

Ou seja, é a ferramenta que você precisa para poupar tempo e tomar decisões mais inteligentes para o seu negócio!

 

Experimente o nosso plano grátis agora mesmo e aproveite todos os benefícios do controle financeiro online!

 

 

Ilustração

Feedback Gostou ou foi útil pra você este conteúdo? Sim Não
Usamos cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.
Aguarde