Tipos de fluxo de caixa: conheça os mais importantes e suas diferenças

Planejamento
6 minutos de leitura 13.11.2020
Tipos de fluxo de caixa: conheça os mais importantes e suas diferenças
Facebook Twitter Whatsapp

Conheça os principais tipos de fluxo de caixa para te ajudar a mensurar resultados e acompanhar a saúde financeira do seu negócio.

Com toda a certeza, você já deve saber que fazer um bom planejamento financeiro empresarial te ajuda não só a mensurar resultados, mas também acompanhar a saúde financeira do seu negócio.

 

Nesse sentido, pontos que merecem bastante atenção são os diferentes tipos de fluxo de caixa. Ou seja, a partir deles, é possível ter um melhor controle sobre as entradas (faturamentos) e saídas (custos e outras despesas, por exemplo) de capital.

 

Confira no artigo os principais tipos de fluxo de caixa para te ajudar nesse acompanhamento!

 

 

O que é fluxo de caixa?

De acordo com o SEBRAE, o fluxo de caixa é um instrumento básico de planejamento e controle financeiro.

 

Em resumo, é o movimento de entradas e saídas de dinheiro do caixa do seu negócio, incluindo os recebimentos e pagamentos.

 

Sendo assim, a partir dele você é capaz de monitorar o saldo disponível. Por isso, garantir um bom controle de fluxo de caixa, com registros organizados de forma eficiente, é tão importante.

Desse modo, a análise sobre os seus investimentos e retornos fica muito mais clara.

 

Mas quais são os principais tipos de fluxo de caixa e as diferenças entre eles? Continue a leitura!

 

 

Principais tipos de fluxo de caixa

Quando falamos em fluxo de caixa, podemos listar vários tipos de fluxo de caixa, com diferentes funcionalidades.

 

Pensando nisso, vamos te apresentar os mais importantes agora. Acompanhe!

 

 

Fluxo de caixa operacional

O primeiro entre os tipos de fluxo de caixa que você vai conhecer é o operacional.

 

Com o intuito de fazer um levantamento das receitas e despesas operacionais do seu negócio durante um período estipulado, esse fluxo te ajuda a contabilizar as movimentações financeiras relacionadas às atividades operacionais da empresa.

 

Por outro lado, o fluxo de caixa operacional não é capaz de calcular, por exemplo, os investimentos do negócio e juros ou impostos. Além disso, ele também não mede a necessidade de capital de giro.

 

 

Fluxo de caixa direto

O fluxo de caixa direto é bastante utilizado pelas organizações.

 

Aliás, é nele que constam os registros de recebimentos e pagamentos brutos – aqueles realizados antes dos descontos.

 

A fim de te auxiliar no acompanhamento da saúde financeira da sua empresa, esse fluxo apresenta uma vantagem de uso: além de você conseguir organizar todos esses recebimentos e pagamentos em classes de acordo com a sua natureza contábil, o fluxo de caixa direto também permite o acesso a essas informações diariamente.

 

 

Fluxo de caixa indireto

No caso do fluxo de caixa indireto, a análise é feita de forma simples e diferente.

 

Aqui, você vai se basear no estudo dos lucros e prejuízos indicados na Demonstração do Resultado do Exercício (DRE).

 

A DRE nada mais é do que um relatório que traz uma síntese econômica completa das atividades operacionais e não operacionais de uma empresa em um certo período de tempo.

 

Com o fluxo de caixa indireto, itens econômicos como depreciações, amortizações e variações nos balanços patrimoniais são ajustados.

 

Vale lembrar que os cálculos desse fluxo estão sujeitos a várias modificações. Além disso, eles não afetam o caixa, por isso o fluxo é chamado de indireto.

 

 

Fluxo de caixa projetado

O fluxo de caixa projetado é um outro exemplo entre os principais tipos de fluxo de caixa.

 

Em suma, neste fluxo, o gestor é responsável por elaborar uma estimativa da situação financeira da empresa futuramente.

 

Para isso, é preciso analisar as entradas e saídas de capital que estão acontecendo no momento presente, bem como reunir informações envolvendo fatores internos e externos que podem, por exemplo, interferir nas movimentações.

 

Assim, com um fluxo de caixa projetado, fica bem mais fácil mapear uma visão futura do negócio, criando estratégias, planejando investimentos, evitando riscos que podem impactar negativamente na empresa, entre outros.

 

 

Fluxo de caixa livre

Aqui, no fluxo de caixa livre, você pode medir a capacidade que o seu negócio tem de gerar capital tanto em curto quanto em médio e longo prazo também.

 

Ou seja, é possível obter o valor restante - ou livre - após os pagamentos das obrigações com as quais a empresa deve arcar.

 

Muitas vezes, esse valor livre é usado para saldar dívidas do negócio ou investir em novos projetos.

 

 

Fluxo de caixa descontado

Já o fluxo de caixa descontado – ou FDC – costuma ser utilizado para analisar o retorno do capital investido ou na captação de investidores.

 

Nesse sentido, o fluxo define a valorização da empresa, elaborando uma espécie de projeção de fluxo de caixa e também descontando valores como os custos de capital.

 

Geralmente esse fluxo é aplicado no processo de compra e venda de ações das empresas ou em casos de processos de fusão.

 

 

Fluxo de caixa para investimentos

Um fluxo de caixa que é capaz de acompanhar todas as movimentações financeiras realizadas por uma empresa apontando se os resultados esperados foram obtidos não poderia ficar de fora da lista dos tipos de fluxo de caixa.

 

Conhecer os saldos positivos em caixa é um ponto fundamental para que os gestores possam pensar nas melhores formas de investimento.

 

Nessas horas, ter ciência do fluxo de caixa é uma boa alternativa. Além disso, a partir dele, é possível traçar novas estratégias para alcançar cada vez mais o sucesso do seu negócio.

 

 

Como o Contas Online pode te ajudar a garantir a precisão de dados do seu fluxo de caixa?

Como já comentamos neste artigo, um bom planejamento financeiro empresarial te ajuda a acompanhar de forma mais assertiva a saúde financeira do seu negócio.

 

Dessa forma, contar com um sistema de gestão financeira online para auxílio no controle do fluxo de caixa é uma ótima escolha.

 

No Contas Online, você tem acesso ao demonstrativo do seu fluxo de caixa, que permite uma visão panorâmica completa da movimentação financeira em determinado período de tempo na sua empresa.

 

Com essas informações em mãos, sem dúvida, você vai poupar o seu tempo e gerir as finanças do seu negócio da melhor forma!

 

Experimente o nosso plano grátis agora mesmo e aproveite todos os benefícios do controle financeiro online!

 

Feedback Gostou ou foi útil pra você este conteúdo? Sim Não
Usamos cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.
Aguarde