Como sair das dívidas: veja dicas infalíveis

Gestão
16 minutos de leitura 13.07.2022
Como sair das dívidas: veja dicas infalíveis
Compartilhar Facebook Twitter Whatsapp

Descubra como sair das dívidas e atingir o equilíbrio financeiro.

A falta de planejamento financeiro é um dos grandes responsáveis pelo alto índice de inadimplência no país. Com um número tão grande assim, em algum momento se faz necessário ajustar o padrão de vida para evitar mais dívidas que podem acabar virando uma verdadeira bola de neve.

 

Se você se encontra nessa situação e não sabe como sair do vermelho, então você chegou ao lugar certo! Pode parecer impossível, mas na verdade existem algumas medidas práticas que te ajudam a reverter essa situação e gerenciar o seu orçamento com sabedoria.

 

Quer saber mais? Então, continue a leitura!

 

 

Aprenda como sair das dívidas

 

A primeira coisa que você precisa saber é que não existe uma fórmula mágica para quitar rapidamente as suas dívidas. O que vamos compartilhar são dicas de planejamento financeiro que vão te ajudar a encerrar de uma vez por todas o ciclo de mau endividamento.

 

Portanto, o primeiro passo para o sucesso é a disciplina. Como em qualquer plano de finanças, é imprescindível que você se esforce e abdique de algumas coisas para atingir o equilíbrio financeiro.

 

Preparado para embarcar nessa jornada? Então, acompanhe a leitura e aprenda como sair das dívidas!

 

1. Pesquise e anote todas as suas dívidas

 

Pode parecer simples, mas o primeiro passo para se livrar das dívidas é ter uma informação completa de todos os débitos acumulados até o momento, inclusive a taxa de juros estabelecida.

 

Faça uma lista priorizando as que possuem maior taxa de juros e, a partir daí, será possível calcular quanto essa dívida compromete a sua renda mensal. O ideal é listar os débitos por ordem de atraso e urgência e pagamento para serem pagos primeiro.

 

Veja um exemplo de lista:

 

  • Tipo de dívida;
  • Credor;
  • Valor inicial;
  • Valor atual;
  • Custo efetivo total (juros+taxas);
  • Quantidade de meses.

 

2. Faça o seu diagnóstico completo

 

A partir da primeira lista, já será possível visualizar onde estão os seus maiores gastos e quais dívidas podem ser quitadas.

 

Nessa hora, será possível encontrar erros do seu próprio planejamento financeiro e problemas de gestão pessoais ou empresariais.

 

3. Monte seu plano de ação

 

Agora está na hora de definir o seu plano de ação de como sair das dívidas.

 

Como já citamos anteriormente, uma excelente dica para quitar as dívidas é começar pagando as que possuem maiores taxas de juros, evitando que a situação se agrave e fique ainda mais difícil de sair do vermelho.

 

Uma outra solução é trocar uma dívida ou mais que tenham juros altos por uma nova dívida com juros mais baratos. Veja como funciona na prática:

 

Imagine que você esteja com uma dívida de mil reais no cartão com juros de 10% ao mês e R$500,00 no cheque especial a 7% ao mês.

 

Uma alternativa para esse caso é contratar, por exemplo, um empréstimo pessoal online de R$1.500,00 a 3% ao mês e quitar as dívidas mais caras, concentrando os seus pagamentos somente na nova dívida — é o que chamamos de consolidação de dívidas.

 

4. Comece as negociações de dívidas

 

Pense bem: você já tem a lista das suas dívidas na mão, sabe a prioridade de pagamento e tem um plano de ação definido, o que falta? Negociar os débitos mais caros e antigos.

 

Estabeleça previamente um limite de quanto pode destinar aos débitos e peça uma proposta de pagamento em condições melhores, você vai se surpreender positivamente com a possibilidade de boas negociações.

 

Caso a sua negociação não evolua tão bem assim com o credor, outra opção é procurar por instituições que ofereçam melhores condições de pagamento e façam a portabilidade ou transferência da dívida.

 

5. Identifique e diferencie os gastos para sair das dívidas

 

Um dos grandes passos para o controle da sua vida financeira é identificar quais são os seus gastos e qual a prioridade de cada um.

 

Independentemente do seu método de distribuição de renda, é necessário que você separe suas despesas essenciais dos desejos pessoais, por exemplo.

 

Contar com um planner financeiro também vai te ajudar a identificar todas as suas contas.

 

 

Ilustração

 

 

6. Crie metas realistas para se livrar das dívidas

 

Muitas pessoas se perguntam como sair das dívidas e acham que dar adeus ao vermelho é uma tarefa impossível. Apesar de ser desafiador, não precisa ser tão difícil assim.

 

Um dos fatores que podem dificultar o processo de quitar as dívidas é estabelecer metas fora da sua realidade, colaborando para frustrações e desistência de todo o processo.

 

Dessa forma, estabeleça metas que se encaixam dentro da sua realidade e, a partir do momento em que essas metas forem alcançadas, estabeleça novas metas. A dica é aumentar gradativamente o desafio.

 

7. Crie um orçamento para sair das dívidas

 

A partir das metas que você traçar, você pode se programar e estabelecer valores que poderão ser gastos em cada tipo de categoria em um mês. Por exemplo, defina um valor máximo de R$600,00 para alimentação, R$400,00 de lazer e R$800,00 para transporte.

 

Assim como as metas, defina orçamentos realistas e sensatos.

 

8. Corte despesas desnecessárias

 

Não adianta negociar as contas fixas se você continua mantendo gastos desnecessários. Avalie gastos como delivery de comida, serviços de streaming e compras por impulso.

 

Outra dica muito importante é diminuir a quantidade de cartões de crédito, evitando que a ferramenta seja um vilão e se torne uma aliada em seu orçamento.

 

9. Busque uma renda extra para se livrar das dívidas

 

Atualmente, muitas pessoas possuem rendas extras para ajudar nas contas do fim do mês. Avalie a possibilidade de preparar guloseimas para vender no trabalho, dirigir por aplicativo e exercer atividades diversas fora do seu expediente fixo.

 

Leia também: Como saber quanto cobrar pelo seu serviço se você é MEI

 

10. Busque mais conhecimento sobre educação financeira

 

Grande parte das dívidas são causadas por falta de conhecimento e planejamento financeiro, um fator muito comum no país. Dessa forma, uma das principais formas de sair do vermelho é ter o conhecimento necessário para evitá-lo.

 

Para saber como sair das dívidas e mais informações sobre o mercado financeiro, busque informações por meio de aplicativos, canais no YouTube e blogs especializados — como o blog do Contas Online!

 

São cinco artigos exclusivos todo mês sobre finanças, planejamento, gestão e novidades para te manter informado sobre o assunto.

 

11. Consuma de maneira mais consciente

 

Vale lembrar que viver sem dívidas e consumir de maneira mais consciente não significa deixar de comprar o que você gosta. Aqui, o grande segredo é ter a maturidade financeira para organizar os gastos e manter o equilíbrio.

 

Uma vez que as suas dívidas estão quitadas, organize também uma reserva de emergência para evitar problemas financeiros no futuro.

 

 

O Contas Online te ajuda a controlar as suas finanças!

 

Não importa se os seus gastos são altos ou baixos, pessoais ou empresariais: é muito importante que você conte com a ajuda de um gerenciador financeiro para quitar as suas dívidas e manter em dia todos os seus compromissos financeiros.

 

O sistema do Contas Online conta com mais de vinte funcionalidades totalmente personalizáveis para você montar da melhor forma, tornando o controle financeiro uma tarefa mais prática e fácil do que se possa imaginar.

 

Escolha o seu plano ideal, seja ele grátis ou de assinatura, e aproveite!

 

 

Ilustração

Feedback Gostou ou foi útil pra você este conteúdo? Sim Não
Usamos cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.
Aguarde