Carta de demissão: saiba como fazer de forma simples e segura

Gestão
15 minutos de leitura 16.03.2022
Carta de demissão: saiba como fazer de forma simples e segura
Compartilhar Facebook Twitter Whatsapp

Tire todas as suas dúvidas sobre a importância da carta de demissão e como elaborar o documento de forma simples e segura.

Como você já deve saber, o vínculo empregatício é uma relação de “mão dupla”. Em outras palavras, assim como uma empresa pode demitir um funcionário, o próprio colaborador também pode buscar a rescisão de seu contrato.

 

Não importa o real motivo que te fez pedir o desligamento de uma empresa, muitas dúvidas sobre a melhor forma de criar uma carta de demissão e conduzir esse processo podem surgir.

 

Pensando nisso, montamos este artigo com as principais informações sobre o assunto. Confira os tópicos que estarão disponíveis no texto:

 

  • O que é uma carta de demissão?
  • Para que serve uma carta de demissão
  • Como pedir demissão
  • Como elaborar uma carta de demissão
  • Tipos de carta de demissão
  • Carta de demissão é obrigatória?

 

Se interessou pelo assunto? Então, continue a leitura!

 

 

O que é uma carta de demissão?

 

Podemos resumir o termo carta de demissão como o documento que formaliza o pedido de demissão de um colaborador na empresa.

 

Esse documento, então, deve ser entregue pelo próprio colaborador no momento do seu pedido de desligamento, independente de qual seja o motivo da demissão e se vai cumprir ou não o aviso prévio.

 

Nos próximos tópicos, descreveremos todas as informações que devem constar nesta carta manuscrita.

 

 

Para que serve uma carta de demissão

Por se tratar de um documento formal que oficializa o pedido de demissão de um colaborador na empresa, a carta de demissão é essencial para garantir os direitos trabalhistas e para as questões relacionadas ao cumprimento ou indenização do aviso prévio.

 

Em outras palavras, a carta de demissão serve para comprovar judicialmente que o colaborador de fato decidiu sair da empresa.

 

 

Como pedir demissão

 

Pedir demissão é uma tarefa que, para muitos, pode parecer um desafio. A principal dica é que você mantenha uma boa relação com a empresa atual, prezando sempre pelo respeito aos colaboradores e ao seu serviço já prestado.

 

Confira algumas dicas para deixar o processo o mais confortável possível:

 

1. Avise com antecedência

Avisar a sua demissão com antecedência é o primeiro passo para terminar de forma positiva o seu vínculo com a empresa, para que ninguém seja pego de surpresa.

 

Dessa forma, o negócio terá tempo para se organizar, remanejar todas as atividades e preencher a sua vaga, sem os problemas comuns que poderiam ser gerados por uma saída repentina.

 

2. Fale com o seu gestor

 

Antes de comunicar a sua decisão para qualquer colega de trabalho, fale com o seu gestor ou líder direto. Isso evita que a sua liderança saiba da notícia antes mesmo de você comunicá-la.

 

Além disso, informe de forma simples e direta, por exemplo: “Estou me retirando do meu cargo atual nesta empresa.”

 

3. Relate os motivos que te fizeram pedir demissão

Antes de mais nada, seja bastante sincero(a) na hora de informar os motivos que te fizeram sair da empresa.

 

Se for por uma nova oportunidade de emprego, aponte os principais motivos que fizeram você preferir a nova organização.

 

Se você estiver saindo por problemas da administração, também aborde os pontos que te incomodaram e levaram você a tomar essa decisão.

 

4. Trabalhe a sua inteligência emocional

Durante o pedido de demissão em uma empresa, a inteligência emocional é fundamental para que você consiga se comunicar de maneira assertiva.

 

Isto é, expor todos os pontos pelos quais você está saindo daquela empresa e ter uma despedida afetuosa.

 

5. Formalize seu pedido de demissão

O último passo para pedir demissão é formalizar o seu pedido por escrito, ou seja, a sua carta de demissão.

 

 

Ilustração

 

 

 

Como elaboraruma carta de demissão

 

Uma carta de demissão deve, obrigatoriamente, cumprir com o seu objetivo principal: comunicar a demissão de um colaborador da empresa.

 

No geral, as cartas de cancelamento que vão direto ao ponto tem muito mais chances de serem recebidas. Por isso, seja objetivo e evite prolongá-las.

 

Existem alguns modelos que você pode seguir, mas toda carta de demissão deve constituir as seguintes informações básicas:

 

  • Nome completo do trabalhador;
  • Nome da empresa;
  • Cargo ocupado pelo trabalhador;
  • O período de cumprimento do aviso prévio (ou a comunicação de que o aviso prévio não será cumprido);
  • Assinatura de próprio punho em todas as vias.

 

Além disso, os profissionais do RH devem reforçar a importância de redigir duas cópias da carta de demissão. Isto porque tanto o empregador quanto o funcionário devem ter uma versão do documento.

 

Dessa forma, os envolvidos ficam seguros para que não tenham dúvidas de tudo que foi acordado.

 

 

Tipos de carta de demissão

 

Acompanhe a leitura e confira quatro modelos de carta de demissão para te auxiliar durante a elaboração do documento!

 

1. Carta formal com aviso prévio

 

À (nome da empresa)

 

Prezado(a) (nome da pessoa líder)

 

Formalmente, venho por meio desta carta fazer o pedido de demissão do cargo (inserir cargo atual)

 

Cumprirei o aviso prévio, durante o período de __/__/__ até __/__/__.

 

(Local de data)

(Assinatura)

(Nome completo)

 

 

2. Carta informal com aviso prévio

 

À (nome da empresa)

 

Olá, (nome da pessoa líder)

 

Como foi conversado, estou pedindo demissão do cargo (inserir cargo atual)

Agradeço todo o aprendizado durante esses semanas/meses/anos e me coloco à disposição para o que precisarem.

 

Cumprirei o aviso prévio, durante o período de __/__/__ até __/__/__.

 

(Local de data)

(Assinatura)

(Nome completo)

 

 

3. Carta sem aviso prévio

 

À (nome da empresa)

 

Prezado(a) (nome da pessoa líder)

 

Formalmente, venho por meio desta carta fazer o pedido de demissão do cargo (inserir cargo atual)

 

Se possível, solicito a dispensa do Aviso Prévio trabalhado e o imediato encerramento do contrato de trabalho. (Interessante explicar o motivo para o não cumprimento do Aviso Prévio)

 

(Local de data)

(Assinatura)

(Nome completo)

 

 

4. Carta detalhada com aviso prévio

 

À (nome da empresa)

 

Prezado(a) (nome da pessoa líder)

 

Formalmente, venho por meio desta carta fazer o pedido de demissão do cargo (inserir cargo atual)

 

Agradeço fortemente pela oportunidade de trabalhar nesta empresa com excelentes profissionais que contribuíram tanto para o meu crescimento pessoal e profissional.

A razão pela qual estou encerrando o meu contrato de trabalho é (inserir razão).

 

Cumprirei o aviso prévio, durante o período de __/__/__ até __/__/__.

 

(Local de data)

(Assinatura)

(Nome completo)

 

 

Carta de demissão é obrigatória?

 

Sim. A carta de demissão é obrigatória para todos os colaboradores que solicitam sua saída do emprego.

 

Como já citamos neste artigo, o documento será o responsável para comprovar em que situação aconteceu a demissão.

 

Além disso, o art. 168 da CLT estipula que o colaborador deve realizar o exame demissional.

 

 

Agora que você já conhece as principais informações sobre o assunto, compartilhe este post nas suas redes sociais!

Feedback Gostou ou foi útil pra você este conteúdo? Sim Não
Usamos cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.
Aguarde