Como gerar boleto? Guia completo para utilização do método de pagamento

Gestão
4 minutos de leitura 12.01.2021
Como gerar boleto? Guia completo para utilização do método de pagamento
Facebook Twitter Whatsapp

Fácil, prático e seguro. Veja o que você precisa saber para começar a emitir os seus boletos.

Atualmente os clientes contam com diversas opções de pagamentos; cartões de débito e crédito, transferência por Pix e boleto bancário. Ainda assim, o boleto bancário continua sendo um queridinho dos consumidores.

 

Em 2019, uma pesquisa do SEBRAE verificou que 75% dos consumidores on-line ainda optam pelo pagamento em boleto. O que equivale a cerca de 3,6 bilhões de boletos sendo gerados e pagos todos os anos.

 

Diante de um número tão expressivo, e com um movimento de compras on-line cada vez maior por causa da pandemia, você não pode ficar de fora desta!

 

No post de hoje, vamos ensinar o passo a passo de como gerar boleto — um método prático e que ainda é o favorito de muitos.

 

Intermediador de pagamentos: o que é necessário para gerar boletos?

Antes de começar, é importante lembrar que os boletos não são gerados de forma gratuita. Isso porque eles são serviços bancários.

 

Logo, para gerar os boletos o seu negócio pode escolher entre instituições financeiras ou empresas especializadas em pagamentos online (PagSeguro, MercadoPago e etc.)

 

Na primeira opção, certifique-se de que a sua conta oferece o recurso de emissão de boletos. Geralmente, os bancos permitem que você gere boletos utilizando o internet banking ou o aplicativo. No caso das empresas especializadas em pagamento, basta criar uma conta que ofereça este serviço.

 

É importante consultar todas as suas opções e levar em consideração as taxas cobradas em todas as opções. Assim você garante que a transação será vantajosa para você e para o seu cliente.

 

Boleto Registrado

Desde setembro de 2018, a FEBRABAN tornou obrigatório o uso do boleto bancário registrado através da Nova Plataforma de Cobranças. A medida tinha como objetivo oferecer mais controle e segurança para o meio de pagamento.

 

Através dele, as instituições bancárias podem acessar as informações da cobrança e identificar o pagador. Além disso, ele também protege a empresa da possibilidade de pagamento de um valor que não esteja registrado no sistema bancário. 

 

Gerar boletos: o que você precisa?

Para garantir que o seu boleto será gerado corretamente, você precisa coletar os dados necessários e preencher os campos com atenção. Quer saber quais são eles? Então continue a sua leitura!

 

  • Sacado

Este campo se refere ao comprador do produto ou serviço, ou seja, quem deve pagar o boleto. Lembre-se que, para boletos registrados, é preciso informar o CPF ou CNPJ!

 

  • Cedente:

Chamamos de cedente o emissor da cobrança. Isto é, quem efetuou a prestação do serviço ou a venda da mercadoria. Atenção, se você utiliza um intermediador de pagamentos, será o nome dessa empresa que aparecerá como cedente.

 

  • Sacador/avalista:

Campos onde devem constar o nome e CPF ou CNPJ da pessoa que irá receber o pagamento.

 

  • Agência e Código do Cedente

Este campo contém o número da agência e código que identifica quem efetuou a prestação do serviço ou a venda da mercadoria. Assim como no campo “sacado”, no caso de utilização de um intermediador de pagamentos, o código dessa empresa deve aparecer no campo.

 

 

  • Valor do boleto bancário:

Como o próprio termo indica, trata-se do preço do serviço ou produto para qual o boleto foi emitido.

 

 

  • Data de vencimento:

É o prazo máximo que o seu cliente tem para efetuar o pagamento do boleto bancário. Após esse período ele pode arcar com multa, juros ou até perder a compra.

 

 

  • Multa de mora e juros:

São as taxas cobradas pelo atraso no pagamento. Elas podem ser cobradas ou não pelo cedente.

 

A multa de mora diz respeito à multa por atraso, que não pode ultrapassar 2% do valor do título. Já o teto dos juros definido por lei é de 1% ao mês, que deve ser cobrado proporcionalmente aos dias de atraso do pagamento.

 

  • Nosso número:

É o número de identificação do boleto, a sequência numérica faz parte da linha digitável.

 

 

  • Linha digitável:

A linha digitável é composta por 48 números, que são divididos em 5 grupos diferentes. O código permite o pagamento do título sem a necessidade de imprimi-lo.

 

 

  • Código de barras:

Trata-se do conjunto gráfico representado por listras que armazena as informações do boleto para a identificação do leitor de código de barras.

 

Quais são as vantagens de receber por boleto?

O pagamento via boleto oferece diversas vantagens tanto para você quanto para o seu cliente. Dentre elas podemos destacar:

 

  • A inclusão de não correntistas  

Ter uma conta bancária pode parecer algo banal, mas você sabia que há cerca de 60 milhões de desbancarizados no Brasil? Todos com mais de 18 anos! Além disso, não podemos ignorar a parcela da população que escolhe não utilizar os cartões de crédito.

 

 

  • Descontos exclusivos para clientes

Grandes lojas de varejo, por exemplo, já oferecem aos clientes 10% de desconto nos pagamentos efetuados no boleto. O que estimula a compra e ajuda a reduzir a inadimplência.

 

 

  • Redução de custos operacionais

Quando colocamos tudo na ponta do lápis, receber por emissão de boleto reduz custos de Transferência Eletrônica (TED) e custos com cartão de crédito (administração, aluguel de equipamento e retenção do valor da compra).

 

 

Como o Contas Online te ajuda a gerenciar seus Boletos Bancários?

O Contas Online é uma ferramenta de gerenciamento financeiro que oferece diversas funcionalidades. Dentre elas, uma inteiramente dedicada aos boletos bancários.

 

Este recurso faz a integração com seus lançamentos e o dinheiro cai diretamente na sua conta.

 

Realize a emissão de boletos de vários Bancos

Através da integração do Contas Online, é possível fazer a emissão para vários bancos. Você pode filtrar determinados lançamentos e gerar os boletos para o banco desejado, não ficando restrito a apenas um banco em seu cadastro.

 

Boletos Avulsos

Além da emissão de boletos através das informações dos lançamentos, o sistema permite a geração de boletos avulsos, informando o cliente e o valor para a emissão.

 

Baixa Automática

O sistema baixa automaticamente os boletos e os lançamentos vinculados. Para isso, você deve apenas enviar o arquivo de retorno através da tela de baixa de boletos.

 

Avisos Personalizados

Os avisos podem ser configurados de acordo com sua necessidade. O sistema envia automaticamente as notificações de boleto disponível antes do vencimento, boleto vencido e boleto pago, após a confirmação da baixa.

 

Com todos estes recursos, fica muito mais fácil acompanhar todos os pagamentos e atrasos de boletos. Protegendo a saúde financeira do seu negócio e te dando mais tempo e dados para tomar decisões mais estratégicas.

 

Teste agora o nosso plano gratuito e gerencie as informações do seu negócio de um jeito prático, utilizando o dispositivo de sua preferência!

 

Feedback Gostou ou foi útil pra você este conteúdo? Sim Não
Usamos cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência, personalizar publicidade e recomendar conteúdos.
Ao continuar navegando, você concorda com a nossa Política de Privacidade.
Aguarde